IBERBONSAI.pt ::
ContactosContactos
CarrinhoQtd:
0
Total:
€ 0,00
Entrar no Carrinho
Carrinho de Compras
0
Carrinho Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
iberbonsai o glossário do bonsai e significado

 

Glossário do bonsai e significado.

Akadama:

É uma argila japonesa de origem vulcánica, compósta por grãos cozidos uma ou várias vezes e reconstituidos a seguir. É insubstituível e é a terra ideal para o bonsai.

Ler artigo original sobre Akadama.

 

Bonsai:

Em japonês quer dizer árvore criado num prato. O bonsai é a réplica de uma árvore na natureza.

"P'en Tsai" em chinês, são árvores retiradas da natureza e plantadas em vasos pintados à mão.

 

No glossário do bonsai e significado, explicamos o que quer dizer cada termo japonês.

 

Araki:

Trata-se de uma árvore de recuperação.

 

Bankan:

Tronco torto ou nodoso.

 

Bunjingi:

Estilo de bonsai literati. A árvore deve ter um desenho diferente ou pouco comum da natureza.

 

Chokkan:

Estilo de bonsai erecto formal com o tronco bem definido que vai se afunilando até ao topo da árvore.

 

Feng Shui:

A arte do Feng Shui significa literalmente vento e água. Esta arte estuda a influência do espaço no nosso bem-estar e a forma como os locais onde vivemos e trabalhamos se reflectem no modo como nos sentimos.

 

Fuji:

É a mais alta montanha da ilha de Honshu e de todo o arquipélago japonês com 3.776 metros de altitude.

É um vulcão activo, porém de baixo risco de erupção.

 

Fukinagashi:

Estilo de bonsai varido pelo vento, o tronco principal e todos os galhos devem seguir numa única direcção.

 

Han Kengai:

Estilo de bonsai em semi cascata. O tronco principal e seus ramos devem mergulhar e não ultrapassar os limites da base do vaso.

 

Hokidashi:

Estilo de bonsai em forma de vassoura, os galhos seguem em todas as direcções formando e abrindo-se como um leque.

 

Ikadabuki:

Estilo de bonsai lembrando uma balsa, formado por vários troncos ligados por uma raiz que corre pelo chão.

 

Ikebana:

Arte japonesa de arranjos florais, também conhecida como kado.

 

Ishitsuki:

Árvore crescendo na rocha.

 

Jin-shari:

Jin é uma parte descacada do galho e shari é uma parte sem casca do tronco.

Ler artigo original sobre o jin shari em bonsai.

 

Kabudachi:

Estilo de bonsai multi-troncos. Todos os troncos crescem para fora de um único sistema de raízes, apresentando-se como uma única árvore.

 

Kakemono:

Pintura ou caligrafia japonesa, geralmente sobre seda com as bordas presas a um apoio flexível, possibilitando ser enrolado para o armazenamento.

 

Kengai:

Estilo de bonsai em cascata. Estilo que retrata árvores que se sustentam na superfície de montanha ou em fendas de um penhasco. O tronco deve pronunciar-se para fora do vaso e mergulhar.

 

Kusamono:

Espécie de erva ou  flores exposto individualmente.

Chama-se shitakusa quando exposto juntamente com um bonsai ou com um suiseki não sendo o objecto principal da exposição.

 

Literati:

Estilo de bonsai de forma livre, a árvore deve ter um desenho pouco comum e diferente dos modelos encontrados na natureza.

 

Mame:

É o mais pequeno dos bonsais, com tamanho até dez centímetros já com o vaso e necessita de muita dedicação e carinho.

 

Misho:

É uma árvore com origem de sementeira.

Ler artigo original sobre a sementeira do bonsai.

 

Moyogi:

Erecto informal, o tronco apresenta várias curvas que começam na base e diminuem até ao seu ápice.

 

Neagari:

Estilo de bonsai com as raízes expostas. Na natureza a erosão do solo por acções climáticas como à chuva pode levar árvores a ficarem com as raízes expostas.

 

Nebari:

É uma expressão japonesa que significa raízes rasantes. Chama-se nebari a base do tronco juntamente com as raízes superficiais.

Ler artigo original sobre o nebari e as raízes rasantes.

 

Nejikan:

Estilo de bonsai que faz lembrar um dragão. Na natureza são árvores que, com a idade, têm o tronco rugoso e retorcido.

 

Penjing:

Estilo de bonsai que tenta reproduzir uma paisagem completa encontrada na natureza com todos os seus detalhes.

 

Rosoku:

Estilo de bonsai em chama, praticularmente utilizado para o ginkgo biloba.

 

Sabamiki:

Tronco dividido, oco. Estilo utilizado principalmente nas árvores de folha caduca, algumas coníferas e os prunus.

 

Sashiki:

Árvore de mergulhia, é um tipo de multiplicação vegetativa que consite em dobrar um ramo da planta mãe e enterrá-lo no solo que, uma vez enraizada será cortada.

 

Sekijoju:

Raízes sobre rocha, a pedra incorpora-se à àrvore como se as raízes segurassem a rocha.

 

Shakan:

Estilo de bonsai com inclinação do tronco de pelo menos trinta graus para um dos lados da árvore de bonsai.

 

Sharimiki:

Estilo de bonsai com madeira exposta, com o tronco principal retorcido e rachado, esbranquiçado e polido pela areia carregada pelo vento.

 

Shohin:

O shohin é o bonsai mais pequeno a seguir ao Mame. O tamanho máximo é de vinte centímetros de altura, desde do bordo do vaso até ao topo da árvore ou do ramo mais comprido.

Ler artigo original sobre o bonsai shohin e mame.

 

Sokan:

Estilo de bonsai com tronco duplo. Caso o tronco principal tiver alguma curvatura, o segundo deve seguir o mesmo movimento.

 

Suiseki:

Significa literalmente pedra de água. São pedras formadas naturalmente pela natureza, admiradas pela sua beleza e pelo poder de sugerir uma paisagem, uma pessoa, um animal ou um objecto.

Esta arte tem mais de dois mil anos de idade e cada suiseki, por tradição, é exposto numa base de madeira talhada com exactidão no tamanho e contorno da pedra.

 

Takozukuri:

Estilo polvo, a forma e a disposição dos galhos lembram os tentáculos de um polvo, estilo parecido com o estilo Nejikan ou dragão.

 

Torri:

É um portão tradicional japonês ligado à tradição xintoísta que assinala a entrada ou proximidade de um santuário.

 

Toriki:

Árvore de alporquia, comparada a Sashiki, mas ao contrário, provocamos o nascimento de raízes num ramo da planta mãe.

 

Tsugiki:

É uma árvore de enxerto.

Ler artigo original sobre a enxertia do bonsai.

 

Yamadori:

É o nome que se dá à colheita de árvores directamente da natureza para transformação em bonsai.

Ler artigo original sobre o yamadori e o bonsai.

 

Yose-Ue:

Estilo de bonsai que faz lembrar uma floresta. Pode ter sete, nove, onze ou mais árvores, mas sempre com uma árvore que é o pilar daquele conjunto.

Ler artigo original sobre o bonsai estilo floresta.

 

O glossário do bonsai e significado vai ajudá-lo a entender e perceber o diálogo utilizado nesta arte.

 

No dia-a-dia e nas conversas em redes sociais será assim mais fácil saber do que se trata, o bonsai é um mundo com as suas regras e o seu vocabulário.

 

Ler mais:

- 3 segredos para manter o bonsai;

- 7 erros a não cometer no transplante do bonsai;

- como tratar o bonsai.

 

📅 actualizado em 14-08-2022

 

 

 

 

 

 

Topo
Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2022

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1