IBERBONSAI.pt ::
ContactosContactos
CarrinhoQtd:
0
Total:
€ 0,00
Entrar no Carrinho
Carrinho de Compras
0
Carrinho Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
iberbonsai malus e macieira

 

Bonsai malus ou macieira

 

Existem muitas espécies e variedades de malus ou macieira, algumas mais especificamente pelas flores como o malus floribunda, mas a maioria é apreciada pela frutificação.

A maior parte das espécies de bonsai malus ou macieira provém da Europa, Ásia e América do Norte.

 

O malus é da família das rosáceas e já existe há cerca de quinze mil anos, foi introduzido na Europa pelos romanos.

 

É um bonsai de exterior, de folha caduca e de flores e frutos.

O bonsai malus gosta de sol, mas temos que ter cuidado no Verão nas horas mais quentes.

Suporta bem o frio e o gelo até três a quatro graus negativos, com mais frio temos que resguardá-lo ou protegê-lo

 

Malus Everest:

Muito apreciado pelas suas flores rosa intenso que a seguir ficam brancas.

Maçã sem sabor, amarela-alaranjada e avermelhada de um a très centímetros de diâmetro que fica na árvore até ao Natal.

 

Malus Baccata ou macieira cereja, Siberian Crabapple:

Espécie muito comum em bonsai, o malus baccata é muito resistente e com uma espetacular floração.

Deve o nome baccata ao latim por causa dos frutos tão pequenos que são mais parecidos com bagas do que maçãs.

Árvore de folha caduca com flores perfumadas cor-de-rosa no início, passando a brancas com o tempo. Fruto vermelho ou amarelo, comestível mas acidulado, que faz a alegria dos pássaros.

Frutificação a partir de mais ou menos seis anos de idade.

O bonsai malus baccata é cultivado nos nossos viveiros a partir de sementeira.

Ler artigo original sobre a sementeira do bonsai.

 

Quais as particularidades do bonsai malus?

 

Antes de mais é uma árvore de folha caduca, assim no Inverno é possível admirar a sua estrutura. Sem as folhas é muito mais fácil observar a sua silhueta.

A seguir, na Primavera são as flores e os frutos, a sua abundante floração é espetacular, passando do branco ao lilás e pelo rosa pálido.

No Verão aparecem os seus frutos vermelho claro e escuro que são de tamanho pequeno o que é ideal para um bonsai.

 

A seguir algumas dicas para o cultivo e a manutenção adequada do bonsai malus ou macieira.

 

Rega:

O bonsai malus gosta de muita água mas, como quase todos os bonsais, convém deixar secar a terra à superfície do torrão entre cada rega, sobretudo evitar o excesso de água que pode provocar o apodrecimento das raízes.

Nunca regar as flores que podiam murchar rapidamente e até cair de forma prematura, ficando assim um ano sem poder apreciar as esplêndidas maçãs.

Ler artigo original sobre a rega do bonsai.

 

Transplante:

É feito a cada dois ou três anos com akadama hard quality ou akadama regular quality misturado com pomice

Ler artigo sobre o substrato akadama e pomice.

 

Cuidado com o substrato, a escolha certa do substrato é a garantia de um bonsai saudável.

Um bom substrato deve reter a humidade necessária e deve garantir a circulação do ar.

Quando transplantar um bonsai nunca mudar para um vaso muito grando, por norma acrescentamos somente cinco centímetros à medida do vaso antigo.

Não esquecer de colocar redes nos furos maiores dos vasos. Passar o arame que irá segurar o bonsai ao vaso nos furos mais pequenos, fazendo um nó em cima do torrão.

 

Nota importante: ao mesmo tempo que colocar a akadama no vaso, é necessário empurrar o substrato dentro das raízes com um pau fininho para não as ferir.

 

Qual o objectivo do pauzinho?

Simplesmente impedir que fique alguns espaçoss com ar ou seja sem substrato, dentro do torrão, razão principal da morte do bonsai por desidratação das raízes e consequentemente morte dos ramos.

Regar a seguir ao transplante e colocar vitaminas para ajudar a recuperação.

Ler artigo original sobre o transplante do bonsai.

 

Fertilização:

 

Dica: convém não adubar em excesso para obter uma boa frutificação, caso contrário será a ramificação que irá crescer em detrimento do fruto.

 

A cada dois ou três anos é necessário reduzir a quantidade de frutos para não cansar o bonsai. De facto a frutificação é muito exaustiva para a árvore.

Pode colocar o biogold no bonsai malus, é um adubo orgânico em formato de granulado triangular limpo, 100% natural e não tóxico, especialmente indicado para bonsai.

O adubo orgânico biogold original tem uma combinação equilibrada de nutrientes, vitaminas e minerais que fornece tudo o que o bonsai necessita para um crescimento saudável e vigoroso.

Não haverá necessidade de aplicar outros fertilizantes ou vitaminas e poderá notar uma melhoria significativa na taxa de crescimento e na qualidade da floração e frutificação.

O Biogold original é fabricado por fermentação lenta e um criterioso processo bacteriológico.

Ler artigo original sobre o biogold.

 

Exposição:

O bonsai malus ou macieira gosta de uma boa exposição solar, mas durante os dias muito quentes deve-se proteger a macieira do sol directo durante o verão com uma rede de sombra ou guarda-sol pelo menos das 11 horas até as 16 horas para evitar queimaduras solares e respectiva dessecação.

Ler artigo original sobre o sombreamento do bonsai.

 

O bonsai malus suporta as geadas, mas a partir dos cinco graus negativos convém proteger o torrão e os primeiros vinte centímetros dos galhos com palha ou turfa para evitar danos maiores.

 

Poda:

A poda efectua-se logo a seguir à floração e até Julho. Se podar no Inverno terá obrigatoriamente consequência na floração do ano seguinte. Manter a forma do bonsai cortando todos os rebentos que saiam da silhueta do bonsai malus.

Durante a primavera e verão é importante retirar as folhas maiores para dar origem a novas folhas mais pequenas e também deixar espaço para o sol entrar e incidir sobre a maçã e favorecer a frutificação.

 

Aramar a partir de Novembro a Fevereiro, se aramar noutros meses os ramos não vão engrossar nem crescer.

O arame tem de ter um apoio para ser eficaz, deve-se começar a colocar o arame no torrão e enrolar em volta do tronco ou dos primeiros ramos mais baixos.

Para os ramos superiores começar a partir do tronco ou à volta de um ramo mais grosso, respeitando sempre um ângulo de 45º começando sempre pelo ramo mais grosso e seguindo até ao ramo mais fino.

Ler artigo original sobre como aramar o bonsai.

 

Truque: o arame no bonsai deve vir de cima para baixo para dobrar o ramo para cima e de baixo para cima para dobrar o ramo para baixo.

 

Mais raramente utilizado, encontramos o malus communis ou malus sylvestris, chamada macieira-brava.

A macieira de jardim malus pumila ou malus domestica não é utilizada em bonsai por causa do tamanho das folhas e sobretudo do tamanho do fruto.

 

É muito difícil manter como shohin o bonsai malus, devido à difícil redução do tamanho da folha.

 

O malus ou macieira é um bonsai indispensável numa colecção de qualquer amador pelas razões que descobrimos neste artigo.

 

📅 actualizado em 18-09-2022

Topo
Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2023

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1