IBERBONSAI.pt ::
ContactosContactos
CarrinhoQtd:
0
Total:
€ 0,00
Entrar no Carrinho
Carrinho de Compras
0
Carrinho Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
iberbonsai ulmus parvifolia

 

Bonsai ulmus parvifolia

 

O bonsai ulmus parvifolia é também chamado de ulmeiro da China.

 

Originário da China é o bonsai mais conhecido, encontrámo-lo em grandes superfíces comerciais e por isso é muitas vezes o primeiro bonsai.

 

Frequentemente confundido com a zelcova serrata, a zelcova tem semelhanças com o vulgarmente conhecido ulmeiro chinês com folha duplamente dentada enquanto que a zelcova tem folha simplesmente dentada, ovalada e pontiaguda.

 

 

 

O bonsai ulmus parvifolia é um bonsai de dupla localização.

 

Pode viver dentro de casa desde que haja muita luz, neste caso irá manter as folhas ao longo de todo o ano, ou no exterior, onde as condições são mais adequadas. Em caso de Inverno muito frio, irá perder as folhas. A folha voltará a nascer na Primavera quando o tempo ficar mais ameno.

 

É uma árvore de bonsai engraçada devido à sua folha pequena recortada, verde-escuro e a sua intensa e fina ramificação, muito apreciada em bonsai.

 

O ulmus parvifolia é um bonsai muito resistente, recomendado para principiantes como primeiro bonsai, suporta algum stress como a falta de água ou de luz.

Em caso de stress devido a erros, aconselhamos o uso do nosso estimulante para bonsai.

 

Se comprar um bonsai ulmus parvifolia no fim do Outono ou durante o Inverno, é preferível guardá-lo dentro de casa abrigado do frio, num local com muita luz.

Lembramos que o bonsai de interior necessita de muita luz, junto de uma janela, mas não gosta de sol directo, 1800 lux são necessários.

Virar o bonsai periodicamente afim de assegurar um crescimento regular da rama.

 

Afastar o bonsai dos pontos fortes de calor, evitar os excessos de temperatura e as correntes de ar.

 

A temperatura recomendada para o bonsai de interior situa-se entre os quatorze e os vinte cinco graus centígrados.

Ler artigo original sobre como cuidar do bonsai de interior.

 

Como já vimos o bonsai ulmus parvifolia é um bonsai de dupla localização, pode viver sempre dentro de casa se tiver condições adequadas, ou sempre no exterior, sabendo à partida que irá perder as folhas consoante a temperatura, quanto mais baixas as temperaturas mais quantidade de folhas irá perder.

A rebentação acontecerá logo na Primavera seguinte.

Ler artigo original sobre como cuidar do bonsai de exterior.

 

Multiplicação do bonsai ulmus parvifolia.

 

Por sementeira:

Relativamente fácil de obter por sementeira. Um grama contém cerca de duzentos sementes e a taxa de sucesso ronda os trinta por cento.

Sementeira directa quando a temperatura exterior atingir os vinte gráus centígrados, mas primeiro convém colocar as sementes dentro de água durante vinte e quatro horas. No fim do processo retiramos as sementes vazias que ficam à superfície, pois nunca irão germinar por estarem sem conteúdo nutritivo.

Ler artigo original sobre a sementeira do bonsai.

 

Multiplicação por estaca:

Semi-lenhosa, é a estaca de mais fácil elaboração e a mais habitual no mundo hortícola e no bonsai também, aplica-se a muitas espécies perenes e coníferas.

Ler artigo original sobre a estaquia do bonsai.

 

Poda do bonsai ulmus parvifolia:

A poda de manutenção realiza-se durante toda a época de crescimento, consiste em manter a forma predefinida deixando apenas mais duas folhas novas para aumentar o tamanho e volume do bonsai.

 

A poda de estruturação do bonsai ulmus parvifolia efectua-se no Inverno com a seiva parada ou seja durante a dormência da árvora, o objectivo da poda de estruturação é manter o bonsai compacto e bem definido.

Ler artigo original sobre as florestas para perceber melhor.

 

A poda de estruturação permite retirar os ramos que cresceram em demasia no bonsai e que estão a mais.

 

Ler artigo original sobre:

- a poda do bonsai

- a poda de estruturação do bonsai.

 

Aramação do bonsai ulmus parvifolia:

 

A aramação do bonsai consiste em enrolar um arame de alumínio anodizado em volta do tronco ou de um ramo para modificar a sua direcção, tendo em vista a definição da forma pretendida.

É uma etapa fundamental na formação do bonsai que permite guiar e orientar os ramos do ulmus parvifolia para conseguir a silhueta pretendida.

Ler artigo original sobre como aramar o bonsai.

 

Transplante do bonsai ulmus parvifolia:

Como qualquer bonsai, temos que proceder ao transplante a cada três ou quatro anos para renovar o substrato que já não é adequado por estar compacto e muito fraco.

O substrato ideal para o transplante do bonsai ulmus parvifolia é akadama hard quality.

É o substrato recomendado para o envasamento da maioria dos bonsais e com a particularidade de ser mais fácil distinguir quando está seco, mais claro, ou húmido, mais escuro, facilitando assim a tarefa de quem tem a responsabilidade da rega.

Ler artigo original sobre o transplante do bonsai.

 

Rega do bonsai ulmus parvifolia

A rega do bonsai é o passo principal para o sucesso.

 

Quando regar o bonsai?

 

O número de vezes que devemos regar dependerá do tipo de bonsai, da qualidade do substrato, da intensidade do sol que a planta recebe, etc.

As plantas que vivem em vaso dependem de nós para crescerem. As raízes precisam de água e de ar e por isso é indispensável deixar secar o substrato entre cada rega.

Por norma só voltamos a regar quando a terra à superfície do torrão começar a secar, nota-se pela cor mais pálida do substrato, mais fácil com akadama como já referimos.

Para poupar no consumo de água, podemos de vez em quando soltar a camada superficial do torrão do bonsai com a ajuda de um ancinho ou de um desenrolador, o simples facto de soltar o substrato vai diminuir a evaporação da água que vai ficar presa no substrato para aproveitamento do bonsai.

Ver os nossos ancinhos.

Ler artigo original sobre a água e o bonsai

 

Podemos igualmente, quando possível, tentar recuperar a água da chuva, não há melhor para regar o bonsai e assim reduzir o consumo de água da torneira ou engarrafada.

Nota: regar sempre da parte da manhã para não acumular humidade durante a noite nas folhas do bonsai.

Ler artigo original sobre como regar o bonsai.

 

Existem vários estilos para formar e moldar os bonsais consoante o desejo do autor mas também da aptidão de cada espécie.

O bonsai ulmus parvifolia é certamente o bonsai recomendado para qualquer iniciante por ser robusto e poder suportar alguns erros que outros bonsais como a Carmona por exemplo não suportariam.

 

 

Quais os estilos mais usados para o bonsai ulmus parvifolia?

 

Hokidashi: estilo de bonsai em forma de vassoura. Os galhos seguem em todas as direções formando e abrindo-se como um leque.

Moyogi: estilo erecto informal. O tronco apresenta várias curvas que começam na base e diminuem até ao seu ápice.

Ler artigo original sobre o glossário e os estilos de bonsai.

 

📅 actualizado em 16-10-2022

Topo
Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2022

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1