IBERBONSAI.pt ::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA

ÁREA DE CLIENTE

963 907 899

SAIBA MAIS

NOVIDADES

Conheça as nossas novidades

NEWSLETTER
iberbonsai taxus e teixo

 

iberbonsai-taxus-baccata-folha

Bonsai taxus - teixo

 

Taxus baccata - taxus cuspidata (Japão) -



 

Do grego “Taxus” = veneno

Origem Europa, Norte de África e Ásia.

Característica do bonsai taxus:

È uma árvore que pode viver várias centenas de anos podendo mesmo chegar a milenar. Aguenta bem a poda e é muito tolerante aos ventos e à poluição. As folhas vivem até 8 anos, são pontiagudas mas não picantes, muito flexíveis, verde-escuro na parte superior e com listras verde-amarelado na parte inferior.

Fruto vermelho no outono: é um falso fruto que na verdade é uma semente e é tóxica

Casca castanha avermelhada, lisa na planta jovem, tornando-se escamosa e com o envelhecimento esfolia-se em placas.

 

O Bonsai Taxus é uma conífera de folha perene, de crescimento muito lento que aguenta bem a poda e é muito tolerante a poluição atmosférica.

A madeira do Taxus é muito dura e é normalmente utilizada para a escultura por ser muito resistente às fissuras.

O taxus “baccata” contém a baccatine, substância muito tóxica para humanos e animais, consta que na pré história utilizavam-na como veneno na ponta das setas. É também a matéria primordial para o fabrico de medicamentos utilizado no tratamento contra doenças cancerígenas.

 

Taxus baccata-frutos-


 

.    

Multiplicação por sementeira:

Taxus baccata:

Estratificação exterior durante doze a dezasseis meses.

Percentagem de germinação próximo dos 50% em condições muito favoráveis

 

Taxus cuspidata;

Imersão das sementes durante vinte e quatro horas, a seguir estratificação quente a +/- 20ºC durante 90 a 120 dias mais estratificação fria a 3/5º C durante dois a três meses, ou estratificação no exterior durante um ano.

Percentagem de germinação mais ou menos 20% nas melhores das condições.

 

A estratificação consiste em guardar as sementes num meio específico, num local quente ou frio dependendo das espécies. A Estratificação a frio ajuda a semente a sair do período de “dormência” fragilizando o caroço, que fica mais quebradiço.

Na prática, a estratificação consiste em colocar as sementes numa mistura de areia com turfa fina (50/50), ligeiramente humidificada mais ou menos 12-15%.

 

Colocar o saco plástico num local a 3/5ºC para uma estratificação fria.

 

Veja o nosso artigo original sobre a sementeira

      

 

Multiplicação por estaca semi lenhosa, é a estaca de mais fácil elaboração
 

iberbonsai-taxus-hicksii-5-anos-

 

Aramação do bonsai taxus:

A aramação efectua-se durante o período de repouso vegetativo, a partir de Outubro e até início de Março.

 

É necessário estarmos atentos, sobretudo na época de crescimento, para prevenir ferimentos desnecessários na casca causados pelo arame. 

 

 

O transplante do bonsai taxus:

 

Em princípio esta operação deverá ser feita a cada 3 a 4 anos, o torrão deve ter uma camada de raízes à sua volta, se não tiver pode não ser o momento certo para o transplante e terá que esperar mais um ano.

 

Saiba como fazer o transplante do bonsai.

 

Ao transplantar devemos escolher um vaso com mais 5 cm à medida do vaso antigo.

Cuidado com o substrato. A escolha certa do substrato é garantia da boa saúde do bonsai.

 

Um bom substrato deve reter a humidade necessária e deve garantir a circulação do ar.

 

A poda do bonsai taxus: no espírito do bonsai, temos que manter a planta numa escala reduzida para imitar um exemplar na natureza.

A poda faz parte do processo de miniaturização da planta em conjunto com o reduzido espaço deixado no vaso.

A poda de manutenção, mais leve que a poda de estruturação, consiste em “pinçar”  os novos brotos desde a primavera até ao outono.

O bonsai taxus cria novos brotos com muito facilidade, mas atenção: se desejarmos obter uma boa frutificação do bonsai taxus, deveremos efectuar esta operação apenas a seguir à floração. 

A principal característica da poda de manutenção é de manter o aspecto visual do bonsai, conforme foi definido pela poda de estruturação.

 

A poda de estruturação do bonsai permite manter a árvore compacta e definida e determinar as bases gerais do tronco e dos ramos principais, elementos decisivos para transmitir a percepção que o autor quer dar ao seu bonsai: força, elegância, ligeireza, movimento… poda que também pode ser realizada ao mesmo tempo que o transplante e assim aproveitar para conseguir o equilíbrio entre a parte aérea e a parte radicular. 

O bonsai taxus é muito sensível ao apodrecimento das raízes (Phytophthora)), por isso é recomendado uma particular atenção no que toca à rega e respeitar sempre uma dica básica: apenas regar quando a terra à superfície começar a secar, (nota-se pela cor mais pálida do substrato, mais fácil com Akadama como já vimos).

 

É também primordial para uma boa saúde do bonsai taxus manter as folhas secas.

 

As folhas hùmidas tornam-se folhas doentes, por isso é aconselhável regar de manhã para dar tempo às folhas secarem durante o dia. 

Se regar à noite as folhas ficam hùmidas muito tempo e o bonsai torna-se mais sensível a fungos e doenças.

De uma maneira geral, regar sempre de manhã e não no fim do dia e evitar de regar durante a tarde porque corre o risco de queimar as folhas do bonsai.

 

 

 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2021

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1