IBERBONSAI.pt ::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
Chamaecyparis Obtusa nana Gracilis

 

               Chamaecyparis-Obtusa-Nana-Gracilis-5-anos-iberbonsai-

 

Chamaecyparis Obtusa Nana Gracilis em bonsai

 

Também chamado de cipreste japonês.

 

O género Chamaecyparis inclui 7 espécies de coníferas nativas do Japão, Taiwan e América do Norte.

O género Chamaecyparis pertence á familia Cupressáceas.

 

O falso Obtus Cypress é originário do Japão, onde é chamado de Hinoki. Neste país a sua madeira é particularmente valorizada, sendo utilizada para o fábrico de móveis lacados e para a construcção de numerosos edifícios e em particular de Palácios.

 

O Chamaecyparis Obtusa Nana Gracilis foi introduzido na Europa durante a segunda metade do século XIX.

 

É um falso cipreste que se distingue do verdadeiro cipreste pelos seus ramos achatados, folhas perenes e cones menores com 2 a 5 sementes por escama em vez de 6 a 20. Inflorescência macho e fêmea na mesma planta. Inflorescência masculina de 5 mm geralmente de cor rosa. Frutos em forma de bola com 2 a 3 cm de diâmetro.

 

O Chamaecyparis Obtusa Nana Gracilis é um bonsai de exterior de folha perene que pode viver tanto ao sol como em sombra parcial. Devemos ter cuidado, principalmente no verão e nas horas mais quentes do dia evitar o sol directo sobre o bonsai, protegendo-o com uma rede de sombra ou com um guarda-sol.

 

É um falso cipreste que existe nas variações amarelo e verde como por exemple Chamaecyparis Obtusa Nana Áurea e Hinoki Nana Gracilis (Hinoki dourado).

 

Folhas adultas em forma de escamas, planas com 1 a 5 mm de comprimento e folhas juvenis com 2 a 8 mm de comprimento. As folhas adultas estão dispostas em pares opostos desiguais e arredondadas nas pontas.

 

Folhagem verde-escuro brilhante, casca lisa, macia e fibrosa, este bonsai assume uma forma estranha, na verdade os seus ramos em forma de conchas achatadas desenham uma espécie de ondas ou nuvens, tipo pompons.

 

Os rebentos jovens nascem verde-claro contrastando com a folhagem verde-escura mais velha. Forma compacta e folhagem muito densa. A sua aparência natural torna-o um verdadeiro titular no mundo do bonsai.

 

Madeira sólida e branca com casca áspera e rachada. É uma das árvores bonsai mais fáceis de tratar, exigindo quase nenhum cuidado especial, mas com crescimento muito lento, mais ou menos 5 cm por ano.

 

Resistente a temperaturas negativas até 15ºC negativos plantado no solo, cultivado em bonsai deve-se proteger a partir de 5ºC negativos, cobrindo o vaso e a parte inferior da folhagem com turfa ou palha.

 

Multiplicação por estacas semilenhosas no final de Agosto, início de Setembro. Consiste em recolher ramos com uma parte amadurecida e outra mais tenra e ainda verde na extremidade.

Ver o artigo original sobre a estaquia do bonsai.

 

Eventualmente, pode ser propagado por semente, mas o sucesso não é garantido e pode levar muito tempo a germinar.

 

Transplante: a cada 3 anos quando o torrão estiver completamente coberto de raízes, utilizando um substrato com PH neutro e de muito boa qualidade como a Akadama Hard Quality e preencher os espaços vazios que aparecem entre as raízes durante o envasamento usando uma haste de madeira arredondada na extremidade para não ferir as raízes.

 

Rega: como com todos os bonsais, devemos regar de manhã e somente quando a parte superior do torrão começar a secar, mas cuidado a Chamaecyparis Obtusa Nana Gracilis necessita de muita água. Por segurança e para as pessoas menos experientes aconselha-se mergulhar o vaso directamente num recipiente com água até que não produza mais bolhas de ar, só então o bonsai estará bem regado.

No entanto não recomendamos o uso de prato por baixo do vaso, pois isso poderia causar o apodrecimento das raízes.

Leia mais sobre como regar o bonsai.

 

Poda: pinçar os novos rebentos com os dedos durante a estação de crescimento. Não corte as folhas com uma tesoura, as marcas vão permanecer por muito tempo e são inestéticas. Os ramos podem ser cortados diretamente com uma tesoura fina, mas não as folhas.

Remova as folhas secas e amarelas à medida que o outono se aproxima e limpe a área da raiz para evitar doenças fúngicas.

 

Aramação: é possível aramar o Chamaecyparis Obtusa Nana Gracilis com arame de alumínio anodizado para orientar os ramos e obter a forma pretendida, monitorizando constantemente para que o arame não marque a casca dos ramos.

 

O bonsai Chamaecyparis Obtusa Nana Gracilis é muitas vezes usado em floresta - estilo yose-ue.

Saiba mais sobre os estilos de bonsais                  Como cuidar do bonsai de exterior

 

 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2021

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1