IBERBONSAI.pt

::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA

ÁREA DE CLIENTE

963 907 899

DESCUBRA:

NOVIDADES

Conheça as nossas novidades

NEWSLETTER
iberbonsai-pinus-pentaphylla-

pinus pentaphylla nº 21592 - iberbonsai

 

bonsai pinus pentaphylla

 

 

 

Pinheiro branco japonês.

 

Pinheiro de cinco agulhas – é um bonsai de exterior.

Originário de Japão e de Corea

 

o pinus pentaphylla não é uma espécie

 

mas uma variedade da espécie Pinus parviflora que cresce nas ilhas japonesas a partir de 1.500 metros.

 

De crescimento muito lento, gosta de sol mas necessita de alguma sombra no verão, particularmente entre o meio-dia e o fim da tarde.  Bonsai de grande longevidade e agulhas fáceis de reduzir com o tempo, de côr verde azulado.

De crescimento muito lento o Pinus Pentaphylla é um ícone numa colecção de bonsais.

 

 

Pinus com agulhas agrupadas por cinco (origem do nome Pinus de cinco agulhas), de comprimento variável e de um verde intenso mais ou menos azulado. De uma elegância extrema e de fácil estruturação com podas acertadas para formar patamares regulares.

 

Agulhas fáceis de reduzir também com o tempo.

 

 

                                                   

 

 

Paciência é palavra de ordem quando falamos de Pinus Pentaphylla.


 

 

No bonsai consegue-se os sujeitos mais bonitos a partir de sementeira. O Pinus Pentaphylla proveniente do Japão está enxertado sobre Pinus Thumbergii e é preciso ter muito cuidado na hora de escolher para encontrar um bonsai com o ponto de enxerto o mais baixo possível e sobretudo o mais discreto possível.

O tronco do Pinus Thumbergii, neste caso o porta-enxerto, apresenta sempre uma casca muito grossa e enrugada, ao contrário do Pinus Pentaphylla que apresenta uma casca mais lisa, portanto quanto mais baixo ficar o enxerto, mais probabilidade terá o pinus de ficar perfeito no tempo.


O Pinus pentaphylla não gosta de variação importante de temperatura, è recomendado proteger as raízes do gelo no inverno.

 

Também não gosta de excesso de humidade no torrão, as agulhas ficam amarelas: regar sim, mas com moderação.

 

Não é indicado pulverizar a folhagem, pode provocar aparecimento de fungos ou doenças.

 

 

 

 

o Transplante

 

 

                                                         

                                                                iberbonsai-kiryuzuna

   

Transplante a cada 3 ou 4 anos com Akadama Hard Quality e Kiryuzuna nos bonsais mais jovens e só Kiryuzuna nós bonsais mais velhos.

 

Porquê e qual a vantagem da Kiryuzuna?

é a base ideal para pinus e juniperus, muito duro, tipo pedrinhas, permite limpar o substrato sem partir as raízes, mesmo as mais finas ao contrário da akadama ou outro substrato qualquer.

 

"saiba mais sobre o transplante"

 

 

 

 

 

Adubo Biogold:

 

                                         

 

 

 

É indispensável adubar o Pinus no inverno, nos bonsais mais jovens e o ano todo nos mais velhos, com um adubo orgânico (Biogold).

 

Adubo orgânico em formato de granulado triangular limpo, 100% natural e não tóxico, especialmente indicado para Bonsai.
 

Biogold Original tem uma combinação equilibrada de nutrientes, vitaminas e minerais que forneça tudo o que o seu bonsai precisa para um crescimento saudável e vigoroso.

Contém uma gama completa de nutrientes e micro nutrientes que incluem cálcio, magnésio, vitaminas naturais e outros minerais, o que melhor significativamente o crescimento do bonsai.


100% de ingredientes orgânicos naturais ajudam a torná-lo mais amável para o meio ambiente.


Não tóxico e inofensivo para animais de estimação.

 

 

 

 

Porquê aramar o bonsai?

 

                                                         

 

Quando podemos colocar o arame no pinus pentaphylla?

 

A colocação de arame pode ser feita desde do fim do inverno até fim do verão, vigiando sempre, retirando e tornando a colocar caso o arame começa a marcar a casca.

 

O arame tem uma importância fundamental no sucesso do bonsai.

 

Permite orientar os ramos, processo determinante na estilização que pretendemos dar ao nosso bonsai.

 

Consiste em enrolar o arame de alumínio ou de cobre em volta do tronco ou de um ramo  para modificar a sua direção tendo em vista a definição da forma desejada.

 

Deixa-se o arame até 4 meses no máximo nas folhosas e de 8 a 12 meses nas coníferas.

 

 

 

A poda:

 

 

 

 

 

A poda do Pinus Pentaphylla realiza-se no início da primavera, consista na pinçagem das velas antes de  amadurecer e ainda tenras, com os dedos, retirar de 30 a 50% do comprimento conforme o vigor. Escolher as mais importantes, a saber as melhores posicionadas para a estrutura do nosso pinheiro e eliminar as outras.

 

Em Outubro convém cortar uma parte das agulhas antigas com uma tesoura fina para dar mais espaço e favorecer o nascimento de novos brotos na próxima primavera.

 

 

Em conclusão o pinus pentaphylla é uma peça fundamental numa colecção de bonsais,

requer alguns conhecimentos particulares, mas com paciência e muito rigor no cultivo, consegue-se exemplares espectaculares.

 

 

Cláusula 7ª (Propriedade)

1. Todo o conteúdo deste website são propriedade da Iberbonsai.

2. Estão por isso proibidos qualquer utilização, reprodução, menção total ou parcial dos seus conteúdos e constituem um crime quando efectuadas sem a autorização prévia da Iberbonsai. 

 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2020

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1