IBERBONSAI.pt ::
ContactosContactos
CarrinhoQtd:
0
Total:
€ 0,00
Entrar no Carrinho
Carrinho de Compras
0
Carrinho Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
Icon

ÁREA DE CLIENTE

SAIBA MAIS
Icon

NOVIDADES

Conheça as nossas novidades

Icon NEWSLETTER
akadama para bonsai

                  

 

Substrato Akadama para bonsai

 

Existem vários tipos de substratos que podemos utilizar para o transplante do bonsai, uns melhores do que outros.

No mercado nacional encontramos diversas misturas à base de casca de pinheiro com turfa de coco, gravilha vulcânica e muitas vezes é adicionado um adubo de libertação lenta.

São misturas económicas, mas não são propriamente adequada ao cultivo do bonsai, por um lado não garantem a textura no tempo como a akadama que graças a cozedura a alta temperatura tem grãos muito duros e por outro lado representam um factor de risco devido à presença de casca de pinheiro que pode não estar completamente decomposta provocando a proliferação de collembolas, são invertebrados que vivem na camada superior do solo, facilitando a transformação da matéria orgânica e favorecendo a circulação dos nutrientes.

Em caso grave pode afectar o sistema radicular do bonsai, a raiz vai secar e consequentemente o bonsai também.

Ler artigo original: collembola sobre bonsai.

 

Além disso não convém o substrato para bonsai conter fertilizante, assim será mais fácil respeitar o nosso programa de fertilização. A adubação é mais importante na Primavera e mais reduzida no Verão e no caso do adubo estar misturado no substrato, irá alimentar o bonsai lentamente e sobre um longo peíodo de tempo, não no momento que o bonsai precisa em maior quantidade.

A Primavera é o momento de melhor crescimento do bonsai e por consequente temos que o ajudar com aplicações semanais de adubo líquido que actua mais depressa. No Outono temos que fazer uma aplicação de adubo orgânico como o biogold.

Durante o período de crescimento podemos igualmente aplicar o biogold líquido uma vez por mês.

 

Sabe como fazer o biogold líquido.

 

Akadama hard quality é o substrato ideal para o cultivo do bonsai.

 

O melhor substrato para a maioria dos bonsais é sem dúvida a akadama, substrato de origem japonesa cujo tratamento especial garante-nos uma qualidade extraordinária que pode perdurar até três a quatro anos no caso da akadama hard quality double red line. É o solo mais utilizado pelos profissionais do bonsai porque podemos confiar nas suas propriedades de drenagem e arejamento no tempo, sem ficar compactado e empapado.

 

O substrato akadama hard quality é o elemento fundamental para o sucesso do bonsai.

Exigimos muito do substrato porque é a base para conseguir o bom desenvolvimento das raízes do bonsai.

As principais qualidades encontram-se na drenagem e no arejamento que são os factores primordiais para a criação de raízes finas, bem como na capacidade de retenção da água e dos nutrientes.

Por isso não e aconselhável utilizar a terra de jardim, areia do rio e outras misturas que acabam por ser muito difíceis de controlar e podem ser portadores de elementos nocivos para uma boa saúde do bonsai.

 

O substrato deve ser adaptado a cada espécie e idade da árvore, não se pode utilizar a mesma mistura nem a mesma granulometria para um pinus ou para uma azálea.

Para garantir uma boa drenagem o substrato deve ser composto de grãos de tamanhos diferentes, de mais ou menos dois até oito a dez milímetros, porque é no espaço criado entre os grãos que vai circular o ar e a água.

Cada grão de substrato absorve e retém a água com os respectivos elementos nutritivos, assim quanto maiores os espaços como é o caso do grão grosso ou seja calibre M, maior a quantidade de ar e água que pode circular.

 

Num substrato com grãos muito finos corre-se o risco do apodrecimento das raízes por asfixia, devido a estagnação da água. A akadama shohin de calibre SS e com grão de dois milímetros é reservada a bonsai em vaso muito pequeno, mas cuidado porque requer uma atenção redobrada em relação à rega, é necessário vigiar em permanência, o substrato não pode ficar sempre encharcado nem secar em demasia.

 

Um bom substrato é aquele que absorve a água por capilaridade, como uma pedra de açúcar e que consegue retê-la sem por isso ficar empapado, libertando o excesso que poderia provocar a asfixia das raízes.

 

Ao regar, um bom substrato deve apenas reter a quantidade de água que o grão pode abosrver, deixando evacuar o resto pelos furos do vaso.

Relembramos aqui que temos que ter uma particular atenção na qualidade do vaso que imperativamente tem que ter um fundo achatado para não deixar acumular água que poderia provocar o apodrecimento das raízes.

Ler artigo sobre vasos para bonsais.

 

Também um bom substrato não pode perder qualidade ao fim de poucos meses, ficando empapado ou reduzido a pó. Deve estar são e limpo, não conter nenhum resíduo nem micróbios ou bactérias.

 

Um bom substrato para bonsai não deve ser nutritivo, quer isso dizer que não pode conter nutrientes, assim será mais fácil controlar a adubação.

 

É por isso que aconselhamos sempre a utilização de akadama hard quality, é o substrato ideal para o cultivo do bonsai.

Com PH neutro de 6,5 a 6,9, é insubstituível.

 

A akadama é uma argila japonesa de origem vulcânica, composta por grãos reconstituidos e sem nutrientes, primeiro a argila é esmagada, cozida e após tratamento e secagem, tem estrutura homogénea.

 

Particularidade:

A akadama quando seca é de cor clara e quando húmida é de cor escura, facilitando assim a tarefa da rega para os menos experientes.

 

As vantagens da akadama são evidentes:

Drenagem perfeita, conserva a humidade, deixa circular o ar e a água, retém os nutrientes que, como já vimos, são elementos fundamentais para o crescimento do bonsai.

 

Existem várias granulometrias, a mais pequena é akadama shohin distinguida com as letras SS, grão até dois milímetros, letra S com grão até seis milímetros que é o mais utilizado no transplante do bonsai e a letra M com grão de seis a nove milímetros para envasamento de bonsais maiores.

 

Todos os substratos japonêses como akadama, kiryuzuna, kanuma utilizam as letras SS, S, e M para distinguir o tamanho do grão.

 

Existem várias qualidades de akadama:

Akadama regular quality, cozido só uma vez, com grau de dureza médio e para envasamento da curto prazo não ultrapassando um ano. É recomendável misturar com pomice para garantir um melhor arejamento.

Akadama hard quality double red line ibaraki, cozido duas vezes e com elevado grau de dureza que permite o envasamento de três em três ou de quatro em quatro anos.

 

Além da akadama hard quality, existem outros substratos para o bonsai:

 

- Kanuma selected que é utilizada para plantas acidófilas como azáleas, rododendros etc...

É uma argila vulcânica modificada por águas mineralizadas que filtram as particulas químicas e é cozida em forno a mais ou menos trezentos graus durante uma hora.

 

- Kiryuzuna, substrato especialmente recomendado para bonsais sensíveis a encharcamento como pinus e juniperus. Além disso favorece o transplante, as raízes não ficam agarradas ao substrato facilitando assim a sua remoção.

 

Nota:

Necessita uma maior atenção durante o Verão, a kiryuzuna seca muito depressa.

Nos bonsais mais jovens e para principiantes é preferível misturar metade de akadama hard quality com a kanuma ou com a kiryuzuna para evitar problemas com a rega.

 

- Pomice: substrato de excelente qualidade. É uma pedra vulcânica com granulometria de três a seis milímetros. A dureza do grão facilita a drenagem impedindo a compactação do substrato. Podemos misturar com akadama.

 

- Keto: é um substrato de consistêcia pastosa, especialmente concebido para constituição de florestas sobre lajes ou pedras.

 

ler artigo sobre floresta em bonsai.

 

- Sakadama: é um novo substrato proveniente da África do Sul e cuja cozedura a alta temperatura melhora a capacidade de absorçaõ de nutrientes e a sua porosidade beneficia a drenagem, minimizando o risco de asfixia das raízes.

 

Ler artigo original sobre o substrato para bonsai.

 

A escolha de um substrato de muito boa qualidade, estável, com uma boa porosidade e uma óptima capacidade de retenção da água da rega, é o passo mais importante na hora do transplante, quanto melhor a qualidade, menos problema teremos no decorrer do crescimento e mais fácil se tornará o cultivo do nosso bonsai, não teremos preocupação com o excesso de água e o apodrecimento das raízes, os nutrientes terão o efeito pretendido no momento desejado e assim as raízes poderão desenvolver-se naturalmente até o próximo transplante.

Temos tudo a ganhar privilegiando um substrato de qualidade como a akadama, mesmo com o preço cada vez mais elevado, temos a possibilidade de misturar com pomice ou sakadama para reduzir o custo sem prejudicar a qualidade da mistura.

Ignorar a utilização da akadama pode custar mais caro no decorrer dos anos e fragilizar o bonsai.

 

 

 

 

 

 

Topo
Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2023

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1