IBERBONSAI.pt

::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
iberbonsai-loropetalum-chinensis-

 

iberbonsai-flor de loropetalum chinensis-

 

Bonsai loropetalum chinensis

 

 do grego Loro quer dizer “franja” e petalum “pétalas”

 

O bonsai loropetalum chinensis é um bonsai muito resistente.

Com origem na Ásia e muitas vezes confundido, por causa da flor, com o Hamamelis.

Arbusto de forma irregular e muito ramificada, com folha perenne ovalada que brota com coloração avermelhada passando depois a verde escuro ou vermelho cor de vinho nas variedades com folha purpúrea. 

Nas regiões mais frias pode perder a folha, como qualquer bonsai de folha caduca, com temperaturas muito baixas, tornando a brotar no início da primavera.

Floração abundante na primavera, flores muito vistosas com quatro pétalas, de cores variadas, na maioria das vezes rosa magenta e muito copiosas, com pétalas muito finas tipo franjas surgindo na primavera e permanecendo até ao final do verão.

Existem duas variedades de loropetalum, loropetalum chinensis chinensis com folhas verdes e flores brancas e loropetalum chinensis rubrum com folhas purpúrea e flores  rosa.

Como podar o bonsai loropetalum chinensis:

Podemos podar o bonsai loropetalum chinensis logo a seguir à floração, cortando os brotos vigorando na base do tronco.

Durante o período vegetativo convém pinçar com muita frequência os ramos novos deixando apenas as duas primeiras folhas.

A poda de estruturação realiza-se no inverno,com a seiva parada:

A poda de estruturação do bonsai permite manter a árvore compacta e definida

A poda de estruturação consiste em definir as bases gerais do tronco e dos ramos principais, elementos decisivos para transmitir a percepção que o autor quer dar ao seu bonsai: força, elegância, ligeireza, movimento… poda que também pode ser realizada ao mesmo tempo que o transplante e assim aproveitar para conseguir o equilíbrio entre a parte aérea e a parte radicular.

 

             iberbonsai-loropetalum-chinensis-9-anos-

 

A aramação do loropetalum chinensis é feita na primavera e verão, vigiando constantemente o arame para não ferir a casca. Neste caso é recomendado retirar o arame e voltar a colocar um novo sem apertar em demasia.

A colocação do arame tem uma importância fundamental na estética  do bonsai.

 

É a operação que permite orientar e dirigir os ramos, processo determinante na estilização que pretendemos dar ao nosso bonsai, dando a harmonia e mais especificamente o estilo desejado.

 

A aramação do bonsai consiste em enrolar um arame de alumínio anodizado ou de cobre (cozido) em volta do tronco ou de um ramo para modificar a sua direcção, tendo em vista a definição da forma pretendida.

 

O arame tem de ter um apoio para ser eficaz, deve-se começar a colocar o arame no torrão directamente e enrolar em volta do tronco ou dos primeiros ramos (mais baixos).

Para os ramos superiores começar a partir do tronco ou à volta de um ramo mais grosso, respeitando sempre um ângulo de 45º começando sempre pelo ramo mais grosso e seguindo até ao ramo mais fino.

Não é indicado aramar um bonsai a seguir ao transplante.


 

Multiplicação do bonsai loropetalum chinensis por sementeira directa.

Primeiro, preparar um substrato composto por 1/3 de areia fina (de preferência lavada) e 2/3 de substrato à base de folhas (tipo turfa mas muito fino).

Segundo, encher os recipientes ou vasos, pisar ligeiramente com um pau ou uma tábua e repartir as sementes no substrato.

Cobrir as sementes com o mesmo substrato e colocar os recipientes ou vasos a 20/24ºC (à luz) durante o dia e 14/15ºC durante a noite.

Podemos cobrir com um filme plástico transparente para manter a temperatura e higrometria.

Nunca cobrir uma semente com substrato com mais que uma vez a sua espessura.

 

Multiplicação do bonsai loropetalum chinensis por estaca semilenhosa:

É a estaca de mais fácil elaboração e a mais habitual no mundo hortícola e no bonsai também, aplica-se a muitas espécies perenes e coníferas. Recolha das estacas no fim do verão e no início do outono com madeira já amadurecida.

Consiste en recolher ramos com uma parte amadurecida e outra mais tenra  e ainda verde na extremidade, em regra geral em agosto até meados de setembro.

Cortar um ramo  de 10 a 15 cm de comprimento, sempre abaixo de um nó, única zona onde podem nascer as futuras raízes. Tirar os galhos laterais e tirar também a quase totalidade das folhas, deixando apenas as 2 ou 3 últimas folhas, o objectivo é preservar as reservas nessas últimas folhas, que por outro lado não podem ser muito grandes para não desperdiçar a água pela evaporação (transpiração).

As estacas serão de seguida enterradas até metade da altura num substrato muito leve, apertando bem em volta para não deixar ar junto ao ramo o que provocaria a secura impedindo o nascimento de novas raízes. Manter num ambiente húmido tipo nevoeiro até começar a ganhar as primeiras raízes, depois passar a regar  com micro aspersores.

 

Nota: 

Como para a maioria dos bonsais é imperativo proteger o bonsai loropetalum chinensis do sol directo no verão com uma rede se sombra por exemplo.

 

Transplante do bonsai loropetalum chinensis:

O transplante do bonsai loropetalum chinensis efectua-se entre Dezembro e Fevereiro para o loropetalum de folha purpúrea e início de Março para o loropetalum de folha verde, resguardando o vaso do frio ou pelo menos protegendo o torrão com turfa ou palha em caso de geadas.

O substrato indicado é akadama hard quality, é o substrato ideal para o cultivo do bonsai.

Um bom substrato é aquele que absorve a água por capilaridade (como uma pedra de açúcar) e que consegue retê-la sem por isso ficar empapado, libertando o excesso que poderia provocar a asfixia das raízes.

Ao regar, um bom substrato deve apenas reter a quantidade de água que o grão pode absorver, deixando evacuar o resto pelos furos do vaso.

Particularidade: a Akadama quando seca é de cor clara e quando húmida é de cor escura, facilitando assim a tarefa da rega.

 

As vantagens da Akadama são evidentes: drenagem perfeita, conserva a humidade, deixa circular o ar e a água, retém os nutrientes que, como já vimos, são elementos fundamentais para o crescimento do Bonsai.

 

O bonsai loropetalum chinensis numa colecção:

Numa colecção o loropetalum chinensis será sempre exposto isoladamente, em razão da cor e textura da sua folhagem e respectivas flores. Estilo erecto ou vassoura.

leia mais sobre estilos de bonsais

 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2020

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1