IBERBONSAI.pt

::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
localização do bonsai

localização do bonsai

 

A localização do bonsai é determinante para o manter vivo. Pode ser num terraço, numa varanda,junto de uma janela ou no jardim. O mais importante é o bonsai receber a quantidade de luz suficiente para o seu desenvolvimento.

 

Para determinar a localização do bonsai, primeiro temos que saber qual o tipo de bonsai.

 

Existem bonsais de interior, bonsais de exterior e bonsais de dupla localização.

O bonsai  de interior é um bonsai que pode viver dentro de casa, mas com muita claridade, é chamado bonsai de interior porque não suporta temperaturas negativas, a temperatura mínima que pode suportar o bonsai de interior é de mais ou menos 10/12º C, abaixo disso pode ter consequências muito graves e provocar a morte do bonsai.

A temperatura ideal para o bonsai de interior situa-se entre os 14º e os 25ºC.

O bonsai de interior precisa de muita luz, (junto de uma janela), mas não gosta de sol directo.

Convém virar o bonsai periodicamente para assegurar um crescimento regular da rama.

Afastá-lo dos pontos fortes de calor, evitar os excessos de  temperatura e as correntes de ar.

O bonsai de exterior é um bonsai que deve viver ao ar livre, apanhar chuva, vento, frio e não pode em caso algum viver dentro de casa.

 

Qual a localização do bonsai de exterior ?

Numa varanda, terraço, pátio… Num ambiente com muita luz.

O bonsai de exterior pode apanhar o sol da manhã ou no fim da tarde,   mas nunca durante as horas mais quentes durante o verão . É necessário prever uma protecção contra o sol no verão,uma  rede de sombra pelo menos das 10/11 horas até às 17 horas.

No inverno, ter cuidado com as geadas. Abrigar o bonsai num local menos frio ou pelo menos proteger o torrão e as os ramos principais com uma camada de turfa ou palha.

O bonsai chamado de dupla localização é um bonsai que pode viver no interior ou no exterior, mas atenção, ou uma coisa ou outra, o bonsai não pode estar uns dias  dentro e uns dias fora. É principalmente o caso do Ulmus parvifolia, do ligustrum sinensis e da serissa phoetida.

 

Qual a importância da localização do bonsai ?

 

A luz assim como a água são elementos primordiais e indispensáveis  para a sobrevivência do bonsai, portanto uma boa localização  determinará um bom resultado .

 

Uma exposição com pouca luminosidade a  floração é escassa ou nula, as folhas inferiores ficam amarelas e existe uma grande separação entre as folhas. As folhas tornam-se pálidas e moles.

 Uma exposição com excesso de sol, as folhas murcham, ficam retorcidas, com manchas secas de cor castanha.

 

Ficar atento ao bonsai para descobrir se algo não está correcto, e  corrigir o mais rapidamente possível. Pode ser necessário algumas tentativas antes de acertarmos na localização ideal do bonsai, mas cuidado, não é aconselhável mudar constantemente o bonsai de local. 

O bonsai de interior pode apanhar “ar” durante os dias mais quentes colocando-o fora de casa, sempre com o cuidado de não arriscar que ele apanhe o sol directo que pode provocar queimaduras nas folhas.

A água é outro elemento indispensável na vida do bonsai.

A água é essencial para qualquer tipo de vida, mas no caso do bonsai é vital.Nem em excesso nem em falta.

A rega do bonsai é o passo principal para o sucesso.

Como o vaso do bonsai é muito reduzido, logo não possui grande reserva de água e nutrientes, se não regar o bonsai antes de a terra secar por completo, as raízes vão também enfraquecer e poderá constatar que as folhas ficam murchas e caem, o bonsai pode acabar por morrer!

Se as raízes não ficarem completamente desidratadas ainda poderá salvar o bonsai com uma rega abundante de seguida.

 

Em contrapartida o excesso de água também pode acontecer e é igualmente prejudicável ao  bonsai que não poderá ficar constantemente num substrato húmido.

 

 Fora de casa a localização do bonsai pode ser escolhida em função da rega automática por exemplo, de forma a  aproveitar o momento da rega do jardim para regar o bonsai. Outro aspecto igualmente para o bonsai de exterior é  escolher uma localização por exemplo debaixo de uma árvore grande para aproveitar a sombra no verão. Caso contrário temos que providenciar uma rede de sombra que estendemos perto do meio-dia  e recolhemos no fim da tarde.

Dentro de casa a localização ideal é perto de uma janela, com uma distância de mais ou menos um metro. Cuidado no verão, o bonsai não pode apanhar o sol directo através do vidro, pode provocar queimaduras graves nas folhas e originar a morte do bonsai por desidratação severa.

 

O número de vezes que devemos regar dependerá do tipo de bonsai, da qualidade do substrato, da intensidade do sol que a planta recebe, etc.

 

As plantas que vivem em vaso dependem de nós para crescerem. As raízes precisam de água e de ar e por isso é indispensável deixar secar o substrato entre cada rega.

 

Por norma só voltamos a regar quando a terra à superfície começar a secar, (nota-se pela cor mais pálida do substrato, mais fácil com Akadama).

 

É primordial para a boa saúde do bonsai manter as folhas secas, as folhas húmidas tornam-se folhas doentes, por isso é aconselhável regar de manhã para as folhas terem tempo de secarem durante o dia.

 

Se regar à noite as folhas ficam húmidas muito tempo e o bonsai torna-se mais sensível a fungos e doenças.

Evitar também regar durante a tarde porque corremos o risco de queimar as folhas do bonsai, as gotas de água fazem efeito de lupa, provocando queimaduras.

 

Regar como deve ser impõem regar abundantemente, de forma contínua até a água sair pelos furos do vaso e repetir a operação alguns minutos depois para termos a certeza que as raízes estão bem molhadas.

 

 Dicas :   

Pouca Água:  Queda das flores. Folhas amarelas com  os bordos secos e castanhos. Folhas moles, crescimento nulo.

Muita Água:  Flores meladas. Folhas amarelas com pontas castanhas. Folhas moles apodrecidas de cor muito escura. Substrato melado.        

Nota: para a seiva elaborada, que flui de cima para baixo, a força da gravidade é o principal condutor. A transpiração foliar é um mecanismo essencial que permite manter o equilíbrio hídrico assim como a regulação da temperatura do bonsai.

Somente 10 a 15% da água absorvida do solo pelas raízes vai servir a fotossíntese.

 

Ao nível do bonsai, a transpiração depende da superfície de evaporação ou seja a quantidade e o volume de folhas assim como da própria constituição da folha (fina ou grossa), do clima local, da humidade, do sol, do ar, da temperatura, da luz e outras características que devemos ter em conta.

 

Aviso:

O ponto de murcha, determina o teor mínimo de água no solo abaixo do qual o bonsai não pode superar a tensão capilar da água. É quando as pontas dos ramos começam a flexionar, é o momento onde devemos regar abundantemente para salvar o bonsai.

 

Perigo:

O ponto de murcha permanente, representa o teor de água no solo para o qual as folhas do bonsai começam a secar definitivamente e nessa situação poderá já ser tarde regar, neste caso não foram apenas as folhas que desidrataram mas também os ramos e o bonsai acaba por morrer.

 

 

A localização do bonsai e a temperatura:

 

Como já vimos existem bonsais de interior e bonsais de exterior e tanto uns como outros necessitam de alguma protecção seja no verão ou no inverno, a seguir alguns sinais por temperatura inadequada:

 

- com muito frio a floração é nula, as folhas encontram-se pálidas, retorcidas e castanhas.

 

- com muito calor nota-se a queda prematura das flores e as folhas ficam murchas de cor verde claro.

 

posts >

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2020

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1