IBERBONSAI.pt

::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
iberbonsai-azalea-satsuki-

    

azálea satsuki nº 21252 - 28 anos - iberbonsai

 

Bonsai azálea satsuki 

 

A palavra Satsuki corresponde ao quinto mês do antigo calendário lunar oriental e coincide com o nosso mês de Junho, é o mês de floração da azálea satsuki. Esta azálea floresce muito tarde no Japão, mas nos paises tropicais a floração chega mais cedo, a partir de Março. 

No Japão Satsuki é um nome masculino e na linguagem comum as pessoas dizem um satsuki.

O bonsai azálea satsuki é um rhododendron indicum 

que na natureza não ultrapassa 1,50 metro de altura, com folhas finas,  alongadas e pontiagudas, as suas flores têm cinco pétalas e cinco estames.

 

Inicialmente destinadas como plantas de jardim, teve uma particular atenção dos produtores e foi cultivada em vaso na década de 1900 e até hoje  sujeita a cruzamento por polinização induzida. As híbridas satsuki tem origem em duas variedades selvagens, o rhododendron indicum e o rhododendron lateritum (eriocarpum)

 

Os bonsais azálea satsuki são importados do Japão a partir dos melhores viveiros produtores e florescem em Junho, existem mais de dois mil híbridos (plantas híbridas são obtidas por polinização induzida ou seja pelo cruzamento forçado entre duas plantas de linhagens puras diferentes, ao contrário de uma variedade que é obtida por polinização natural ou seja pelo cruzamento natural entre plantas da mesma linhagem.).




 

Rhododendron indicum (satsuki) - folhas - satsuki azálea - iberbonsai





 

Rhododendron obtusum (tsutsuji)- folhas - azálea japónica - iberbonsai



 

Na iberbonsai produzimos o bonsai azálea japónica (ou rhododendron obtusum) a partir de estaca, temos inúmeras variedades com espectaculares tonalidades, seja de cor simples ou variadas.

As nossas azáleas satsuki provém directamente dos melhores viveiros do Japão e estão geralmente disponíveis para venda  em Fevereiro/Março.





 

Para informação, todos os anos realiza-se em Tokyo uma exposição no parque Ueno, onde são escolhidas as mais belas satsuki do Japão. A Kanuma e Utsunomiya, prefeitura de Tochigi, realizam-se dois festivais, um no outono e outro no fim de Maio, quando todas as satsuki estão em flor.




 

A poda da azálea satsuki

 

A poda de formação do bonsai azálea ocorre nos primeiros 2 ou 3 anos, durante a brotação, consiste em pinçar (apertar) os brotos com as unhas, logo acima de uma folha para proporcionar uma forte e intensa ramificação que dará origem a uma profusão de flores.

 

A pinçagem deve ser repetida durante toda a primavera para conseguir um resultado satisfatório, tem a vantagem de fortalecer o bonsai que ficará mais compacto, mais robusto e sobretudo produzirá muito mais flores.

 

O bonsai azálea pode ser podado praticamente ao longo de todo o ano, Por norma convém podar logo a seguir à floração para manter o equilíbrio e uma forma natural, durante todo o ano, basta cortar os rebentos maiores para conservar o formato definido.

 

Nota: a poda deve ser feita logo a  seguir à floração e tendo o cuidado de deixar sempre os brotos que darão as flores no ano seguinte.

 

 

O transplante da azálea satsuki

 

O transplante é uma fase necessária e indispensável na vida do bonsai e efectua-se entre dezembro e meados de fevereiro. 

Em princípio esta operação deverá ser feita a cada 3 a 4 anos, o torrão deve ter uma camada de raízes à sua volta, se não tiver pode não ser o momento certo para o transplante e terá que esperar mais um ano. O transplante do bonsai tem como finalidade a renovação do substrato que ficou mais fraco, o corte das raízes mais compridas para provocar a ramificação de raízes mais finas junto ao tronco e também dar mais espaço ao torrão.

O transplante da azálea satsuki pode ser feito no início com uma mistura de akadama hard quality com kanuma (50/50) e aos poucos passar a envasar só com kanuma selected.

 

Kanuma Selected é utilizada para plantas acidófilas como Azáleas, Rhododendrons etc..

 

A kanuma é uma argila vulcânica modificada por águas mineralizadas que filtram as partículas químicas, cozida em forno a +/- 300ºC durante quase uma hora, exterminando assim qualquer microorganismo, bactéria ou sementes de erva daninha.

A kanuma é de cor creme quando seca e amarelada quando húmida, absorve muito bem  a água sem provocar o excesso, por isso tem excelentes qualidades de drenagem mantendo um ambiente óptimo para o desenvolvimento das raízes. É especialmente indicado para a satsuki que tem um sistema radicular muito fino.

 

Com tantas cores espectaculares existentes no bonsai azálea satsuki, 

é indispensável ter pelo menos uma na colecção e quanto mais apreciamos a satsuki, mais  vontade temos em adquirir mais.


 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2020

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1