IBERBONSAI.pt ::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
iberbonsai-ficus-carica-
   
 

 

Ficus Carica nº 2028 - iberbonsai


 

O bonsai ficus carica ou figueira

 

O bonsai ficus carica é originário de Itália, Grécia e Índia, pode viver até  aos 300 anos

Folha com 3 ou 5 lóbulos, relativamente grandes que, com o tempo e desfolhação parcial de Junho a finais de Julho, conseguimos reduzir.

De cultivo fácil, o bonsai ficus carica possui uma flor insignificante, um fruto verde violáceo, comestível e muito saboroso.

É importante escolher uma localização quente, com muito sol e protegido do vento para conseguir uma boa frutificação. 

 

O bonsai ficus carica requer muita água para o seu necessário desenvolvimento.

 

Água, calor e sol são os elementos fundamentais para  se conseguir um bom crescimento do bonsai ficus carica.

 

Por norma é desaconselhável podar o ficus carica no inverno, o que poderia provocar a morte do ramo. Deverá ser feito no início da primavera, quando os gomos terminais dos ramos começarem a abrir. A operação consiste em cortar todos os ramos, abaixo da rebentação, com o cuidado de escolher o sítio certo, acima de um broto que irá crescer na direcção pretendida. É essencial  escolher bem o broto para manter o equilíbrio geral do bonsai numa perspectiva futura.

Algumas semanas depois já teremos uma nova brotação e quando os ramos já tiverem meia dúzia de folhas novas convém eliminá-las para ficarem apenas com duas, escolhendo as melhores posicionadas. Esta operação é feita com as unhas (pinçagem).

 

Nota: o bonsai ficus carica tem a particularidade de desenvolver folhas de tamanhos diferentes, uma mais forte que a outra, neste caso é imprescindível cortar a folha de maior dimensão deixando o pecíolo que acabará por secar, permitindo o aparecimento de um novo broto.

 

Particularidade: o bonsai ficus carica não necessita de cicatrizante a seguir aos cortes, o próprio látex secretado pelo corte é suficiente para a desinfecção e facilitar a cicatrização.

O látex e até a própria folha do ficus carica podem provocar alergias às pessoas mais sensíveis. A folha pode ser utilizada para aliviar a dor em caso de picadas de insectos e para ajudar na cicatrização cutânea.

 

 

O transplante do bonsai ficus carica realiza-se a cada três a quatro anos com Akadama Hard Quality.

O transplante do bonsai tem como finalidade a renovação do substrato que ficou mais fraco, o corte de raízes muito compridas para provocar a ramificação de raízes mais finas junto ao tronco e também dar mais espaço ao torrão.

Quando transplantamos nunca devemos colocar num vaso muito maior, por norma acrescentamos somente mais 5 cm à medida do vaso antigo.

Um bom substrato deve reter a humidade necessária e deve garantir a circulação do ar.

Não esquecer de colocar redes nos furos maiores do vasos. Nos furos mais pequenos passa-se o arame que vai segurar a planta ao vaso, fazendo um nó em cima do torrão.

 A seguir coloca-se um pouco de substrato no fundo do vaso. 

Depois de desembaraçar as raízes, convém cortá-las  pelo menos 20 a 30%. Colocar a planta no vaso e prender com o arame. 

Continuar a colocação do substrato até encher o vaso por completo.

 Atenção: conforme  se vai enchendo o vaso é necessário empurrar o substrato dentro das raízes com um pau fininho e arredondado na ponta para não as ferir.

Regar a seguir ao transplante e colocar vitaminas para ajudar na recuperação.

As principais qualidades de um substrato encontram-se na drenagem e no arejamento (factores primordiais para a criação de raízes finas), na capacidade de retenção da água e dos nutrientes.

 As vantagens da Akadama são evidentes: drenagem perfeita, conserva a humidade, deixa circular o ar e a água, retém os nutrientes que, como já vimos, são elementos fundamentais para o crescimento do Bonsai.

É uma argila japonesa de origem vulcânica, composta por grãos reconstituídos e sem nutrientes. Primeiro a argila é esmagada, cozida e após tratamento e secagem, tem uma estrutura homogênea.

 Particularidade: a Akadama quando seca é de cor clara e quando húmida é de cor escura, facilitando assim a tarefa da rega.

 

Como regar o bonsai ficus carica:

As plantas que vivem em vaso dependem de nós para crescer. As raízes precisam de água e de ar e por isso é indispensável deixar secar o substrato entre cada rega.

Por norma só regamos quando a terra a superfície começar a secar, (nota-se pela cor mais pálida do substrato, mais fácil com Akadama como já vimos).

 

É primordial para uma  boa saúde do bonsai manter as folhas secas, as folhas humidas tornam-se folhas doentes, por isso é aconselhável regar de manhã para dar tempo às folhas  secarem durante o dia.

 

Se regar à noite as folhas ficam humidas  durante muito tempo e o bonsai torna-se mais sensível a fungos e doenças.

De uma maneira geral, regar sempre de manhã e não no fim do dia e evitar  regar durante a tarde porque corre o risco de queimar as folhas do bonsai.

 

Regar bem impõem regar abundantemente, de forma contínua até a água sair pelos furos do vaso e repetir a operação alguns minutos depois para ter a certeza que as raízes estejam bem molhadas.

 

Nota: tem que ter em atenção que, quanto mais seco estiver o torrão, mais depressa a água sairá pelos furos do vaso e, claro, isso não significa que o bonsai esteja bem regado, pelo contrário e nesse caso é necessário repetir e insistir durante algum tempo para conseguir que as raízes fiquem bem molhadas.

 

 

regador 3 litros - iberbonsai

 

Como regar?

 

Regar o bonsai com um regador especial bonsai:

 

Utilizamos um regador de ralo fino, sempre virado para cima, e regar abundantemente mas lentamente para dar tempo à água de penetrar no substrato, até sair pelos furos do vaso.

 

Convém  regar o tronco e as folhas como se de chuva se tratasse.

 

 

Regar o bonsai por imersão:

 

Consiste em introduzir o bonsai juntamente com o vaso num recipiente com água durante quatro a cinco minutos, até não fazer mais bolhas de ar.

 

O nível de água deve passar por cima do torrão do bonsai.

 

Sistema muito eficaz e muito prático para iniciante mas tem o inconveniente de"lavar" os sais minerais e desperdiçar muita terra.

 

Importante também, é não esquecer de regar o bonsai mesmo numa situação de repouso (inverno). Os dias mais curtos e as noites mais frias fazem, de maneira natural,com que a circulação da seiva vá diminuindo lentamente de intensidade.

Mas o bonsai necessita de uma certa taxa de humidade para viver,  vigiar com regularidade se o torrão está suficientemente húmido.

O ficus carica ou figueira  como é habitualmente chamado,

faz o encanto numa colecção de bonsais graças aos seus frutos comestíveis, mas leva muito tempo até se conseguir folhas de tamanho reduzido, por isso exige muita paciência.

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2020

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1