IBERBONSAI.pt :: bonsai carpinus , Carpinus betulus e Carpinus coreano, O carpinus coreano é um dos preferidos em bonsai japonês. O carpinus coreano é originário da Ásia e muitas vezes utilizado em bonsai no Japão devido à sua magnífica ramificação.
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA
Todos
ARTIGOS SOBRE BONSAIS

bonsai carpinus

14 Mai 2020 | ARTIGOS SOBRE BONSAIS

Carpinus betulus e Carpinus coreano

   
 


 

carpinus-coreano-33 anos-iberbonsai-nº 20956-


 

o carpinus em bonsai

 

Magnifico bonsai de folha caduca, de crescimento muito lento.

O carpinus coreano é um dos preferidos em bonsai japonês.

O carpinus coreano é originário da Ásia e muitas vezes utilizado em bonsai no Japão devido à sua magnífica ramificação.

Característica principal :

Magníficas cores no outono quando as folhas ficam amarelas, laranja e vermelho.

Ramos muito finos e flexíveis curvando-se de forma sofisticada e requintada, pequenas folhas brilhantes e dentadas.

A ramificação do carpinus é particularmente elegante, fina e graciosa.

 

O carpinus betulus:

Muito difundido na Europa, pode crescer até 20 metros na natureza e viver de 100 a 150 anos. Crescimento muito lento, estrutura com muita ramificação flexível e com o tempo tem tendência a curvar para baixo. 

Tronco cinzento e liso, folha verde muito clara quando nasce, ficando mais escura durante o período vegetativo e amarelo dourado no outono. A folha do carpinus tem cerca de 5 a 10 cm de comprimento e é muitas vezes confundida com a folha do fagus (faia).

Possui raízes superficiais,  pouco profundas. 

 

O carpinus betulus tem uma característica muito própria, consegue conservar as suas folhas secas, que ficam presas aos ramos, durante o inverno, até ao nascimento das novas folhas na primavera.

 

Multiplicação do bonsai carpinus betulus por sementeira:

Uma grama de sementes contem cerca de dez sementes e a taxa de sucesso é de mais ou menos 30%

Estratificação quente a 20/25ºC durante dois meses, mais estratificação fria a 3/5ºC durante noventa a cento e vinte dias e semear na primavera.

Outro sistema consiste no outono em semear directamente, num substrato apropriado, as sementes recolhidas e ainda frescas.

 

Multiplicação do bonsai carpinus coreano por sementeira :

A taxa de sucesso não ultrapassa os 10% em situação perfeita.

Estratificação quente a 18ºC durante sessenta dias, mais estratificação fria a 4ºC durante noventa dias mais sementeira directa na primavera.

 

A sementeira é a parte mais difícil na obtenção de um bonsai desde o início.

Relembramos a seguir alguma informação específica sobre a sementeira de bonsais:

 

A Estratificação consiste em guardar as sementes num meio específico, num local quente ou frio dependendo das espécies. A Estratificação a frio ajuda a semente a sair do período de “dormência” fragilizando o caroço, que fica mais quebradiço.

Na prática, a estratificação consiste em colocar as sementes numa mistura de areia com turfa fina (50/50), ligeiramente humidificada mais ou menos 12-15%.

 É recomendável peneirar a mistura, tanto a areia como a turfa fina, antes de colocar as sementes, será assim mais fácil recuperar as sementes no fim da estratificação.

Uma vez as sementes de bonsais colocadas na mistura areia/turfa, juntar tudo num saco plástico, esvaziar o ar e selar hermeticamente.

Colocar o saco plástico num local a 3/5ºC para uma estratificação fria.

Realização da sementeira do bonsai: em primeiro lugar, preparar um substrato composto por 1/3 de areia fina (de preferência lavada) e 2/3 de substrato à base de folhas (tipo turfa mas muito fino). 

Segundo, encher os recipientes ou vasos, pisar ligeiramente com um pau ou uma tábua e repartir as sementes no substrato.

 Cobrir as sementes com o mesmo substrato e colocar os recipientes ou vasos a 20/24ºC (à luz) durante o dia e 14/15ºC durante a noite.

Podemos cobrir com um filme plástico transparente para manter a temperatura e higrometria.

 Nunca cobrir uma semente com substrato com mais  que uma vez a sua espessura.

 

Carpinus coreano floresta-iberbonsai-20953-


 

A Poda do bonsai carpinus.

Consiste numa poda regular de manutenção, o carpinus cicatriza facilmente e brota rapidamente após a poda.

Podar deixando duas folhas novas, no início da primavera e a seguir à floração.

A poda de estruturação deverá ser feita no fim do inverno com seiva parada. Cuidado para não podar demasiado na parte mais baixa, pode levar muito tempo a reestruturar e reequilibrar o projeto do seu bonsai. Às vezes é necessário cortar o ápice para  reduzir o crescimento. 

 

A poda de estruturação consiste em definir as bases gerais do tronco e dos ramos principais, elementos decisivos para transmitir a percepção que o autor quer dar ao seu bonsai: força, elegância, ligeireza, movimento… poda que também pode ser realizada ao mesmo tempo que o transplante e assim aproveitar para  equilíbrar a parte aérea e a parte radicular. 

       

A maioria das espécies de árvores transformadas em bonsai tem dominância apical, significa que o crescimento é favorecido nos brotos terminais, seja no ápice ou nas extremidades dos ramos, em detrimento dos outros ramos secundários mais baixos.

           

O objetivo principal da poda de estruturação, é a estética do bonsai, provocando uma nova rebentação mais compacta e sobretudo mais perto dos ramos primários de forma a equilibrar a entrada da luz e dar mais vitalidade aos ramos mais baixos e de segundo nível.

 

Estamos assim a melhor distribuir a energia no conjunto dos ramos a partir do início da árvore e não no fim, como acontece na natureza por razões de sobrevivência.

No bonsai temos a possibilidade de corrigir  esse problema, reequilibrando as forças e a energia através da poda de estruturação.

 

A poda regular dos ramos do bonsai carpinus tem como finalidade o aumento do número de brotos e visto as raízes estarem limitadas num espaço reduzido no vaso, o bonsai deve repartir a energia em direcção a uma maior quantidade de folhas, que ficam assim cada vez mais pequenas.

 

É a lei da proporção, quanto mais folhas houver para alimentar, mais pequenas se tornam  é um fenômeno natural, mas que podemos ajudar a provocar.

 

Aramação do bonsai carpinus:

Podemos aramar o bonsai carpinus no período da primavera  até ao outono, sendo às vezes necessário proteger a casca com ráfia ou outro material.

 

O bonsai carpinus adapta-se a muitos estilos, (excepto tamanho pequeno como mame, sendo muito difícil reduzir o tamanho da folha):

Kabudachi: Estilo de bonsai multi-troncos. Todos os troncos crescem para fora de um único sistema de raízes, apresentando-se como uma única árvore.

Moyogi: Ereto informal. O tronco apresenta várias curvas que começam na base e diminuem até o seu ápice.

Yose-Ue: Estilo de bonsai que faz lembrar a Floresta. Pode ter 7, 9, 11 ou mais árvores, mas sempre com uma árvore que é o pilar daquele conjunto.

Shakan: Estilo de bonsai com inclinação do tronco de pelo menos 30º para um dos lados da árvore.


 

O bonsai carpinus merece  sem dúvidas o seu lugar numa colecção de bonsais.

Graças às suas particularidades e sendo um bonsai de folha caduca, com a sua ramificação deslumbrante, super fina e delicada, a sua folhagem esplêndida no outono e inverno, a facilidade de conseguir um maravilhoso  nebari visto o seu sistema radicular ser superficial.

 

Produtos Relacionados com este Artigo

Mais Produtos deste Tipo

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2020

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1